183 views 0 comments

Review do modo campanha do Gears of War: Judgment

by onJune 20, 2013
 

gears-of-war-judgement-review-2

Antes de começar a falar sobre o Gears of War: Judgment, já alerto que o post contém spoilers sobre alguns fatos contados no jogo.

Assim como o Halo, contei os dias pra poder comprar o meu Gears, Já que o Gears 3 foi excelente.

Estava com grandes expectativas sobre esse jogo, e posso dizer tranquilamente que o jogo atendeu a todas elas.

Vamos começar pela jogabilidade. A mudança do modo como trocamos de arma no jogo ficou infinitamente melhor do que o seu antecessor.

Antes, aparecia um menu por cima do jogo e você tinha que escolher qual arma usar… isso atrapalhava um pouco porque era preciso mudar o foco da atenção do jogo para a troca de arma.

E agora basta pressionar o Y e pronto, muito mais simples, rápido e o principal, sem perder o foco na ação.

Algo que deixou um pouco a desejar foi como lança bombas, ficou muito escroto… é desconfortável apertar o gatilho esquerdo porque se vc desiste de lança-la é um pé no saco pra conseguir guardar novamente.

Eu sempre perdia a bomba nessas horas, mas de resto, tudo dentro do esperado.

A campanha também é um show a parte, porque, ela começa no julgamento dos personagens principais e você vai jogando a história que eles estão contando pro juiz.

Durante o depoimento, tem a opção de escolher alguns desvios na história que não foi contado no julgamento. E lógico que esses desvios tornam o jogo mais interessante, pra não dizer difícil.

A cada etapa do julgamento você vivencia o depoimento de cada personagem. Você começa jogando com o Baird, mas, de acordo com a evolução do jogo, o seu personagem troca para o Cole, Sofia e etc.

Todas as fases alternam momentos de calmaria e climax, assim como nos outros jogos da franquia. Diferente dos outros jogos, as fases não tem o big boss.

Os adversários ficaram mais espertos. Algumas vezes eles caminham pra frente e outras vezes não, mas com o tempo dá pra entender a inteligência artificial deles… sabendo como eles vão se comportar em determinados cenários.

Se você puder, compra o jogo dublado. As adaptações das falas ficaram bem legais, algumas chegam a ser engraçadas. Tem o famoso “Morre, diabo!”. Eu nunca esperaria esse tipo de coisa no jogo. O resultado final da dublagem ficou muito bom, parabéns aos dubladores.

Além da campanha principal, tem uma secundária chamada After Math. Essa campanha se passa no durante o Gears of War 3, bem naquele momento onde todos estão indo para Azura encontrar o pai do Marcus.

O Baird e Cole se separam do grupo e vão buscar ajuda, você vivencia essa busca… o Paduk aparece para ajudar e durante as fases você descobre que a Sofia foi sequestrada pelos Locusts e provavelmente está morta.

Essa parte foi tão triste quanto a morte do Dom no Gears 3.